É hora de teatrar com a Trupe de Maricas no Instituto de Leitura Quindim


Já está quase na hora de começar a teatrar no Instituto de Leitura Quindim. Contudo, para aqueles que ainda não conseguiram se inscrever nas aulas de teatro “Vivências Lúdicas” com a Trupe de Maricas, as inscrições continuam abertas. Para reservar a vaga é necessário mandar um WhatsApp para (54) 99100-4162 e pronto. As aulas serão na sede do Instituto (Centro de Caxias do Sul), uma vez por semana, sempre às quartas-feiras (das 16h às 18h, para adolescentes, e das 19h às 21h, para adultos) e aos sábados (9h às 11h, para as crianças).


As oficinas tem mensalidade de R$150,00 e muito conteúdo para se aprender de forma lúdica e divertida. Vale lembrar que as vagas são limitadas e todos os participantes devem seguir os protocolos de segurança contra a Covid-19. De acordo com a Trupe, as turmas terão a oportunidade de trabalhar linguagens como o teatro, a contação de história, literatura, palhaçaria, entre outras, sempre visando ampliar as possibilidades de investigação de um corpo lúdico.


As atividades são destinadas a pessoas de qualquer idade. Pode ser criança, adolescente, adulto, ou seja, filho, filha, mãe, pai, avô, avó, todo mundo pode participar. Outros propósitos das “Vivências Lúdicas” são trabalhar a imaginação, a criatividade, os movimentos corporais e a socialização.


E você sabe como e quando surgiu o teatro?


O teatro teve sua origem no século VI a.C., na Grécia Antiga. Ele partiu das festas dionisíacas que eram realizadas em homenagem a Dionísio, deus do vinho, do teatro e da fertilidade. As festas, que eram rituais sagrados, procissões e recitais que duravam dias seguidos, aconteciam uma vez por ano, sempre na primavera, período em que se fazia a colheita do vinho na região.


O teatro grego que hoje conhecemos surgiu, segundo historiadores, de uma maneira meio inusitada. Quando um rapaz chamado Téspis resolveu, durante uma dessas festas, colocar uma máscara humana no rosto e proclamar: “Eu sou Dionísio”. De primeira, todos se espantaram pela coragem dele ao se passar por um deus. Ele se arriscou, porém, essa foi a primeira vez que o ritual do teatro foi feito em frente ao público, mostrando a possibilidade de representação do outro.

Participar das oficinas “Vivências Lúdicas” é uma oportunidade única de entrar para a história do teatro. Conheça o trabalho da Trupe de Maricas AQUI.




LEIA TAMBÉM

Abertas inscrições para curso online “O Narrador e as Visualidades” com Warley Goulart

Abdulai Sila é o convidado de setembro do Quintal da Língua Portuguesa