top of page

LITERATURA: descubra novos títulos que chegaram à Biblioteca


Todas as histórias proporcionam ensinamentos às crianças a aos familiares.

Descobertas e aprendizados são duas ações que certamente irão se realizar ao ter contato com a literatura. Para aqueles que ainda não conhecem o Instituto de Leitura Quindim (ILQ), o espaço conta com mais de seis mil títulos, sendo eles da autoria de renomados artistas nacionais e internacionais, e que receberam o reconhecimento de prêmios mundo afora.


Vamos conhecer algumas dessas obras que acabaram de chegar à Biblioteca Quindim trazendo novidades e histórias que vão fazer a família toda se apaixonar:


Escrito e ilustrado por Biry Sarkis.

“Tiê”, escrito e ilustrado por Biry Sarkis (Elo Editora): a obra conta sobre a relação uma menina muito solitária e um pássaro que é símbolo da Mata Atlântica. Para quem não sabe, o Tiê é um animal natural de terras brasileiras e tem uma beleza inigualável. Na história, essa garota recebe o pássaro em uma gaiola, o que a alegra e lhe dá novas cores, porém, será que o pássaro sente o mesmo ao ficar lá, preso? Será possível ser feliz sem liberdade? Essa história de Biry Sarkis traz metáforas sobre a responsabilidade afetiva e a necessidade de deixar partir.


Ilustrado por Fabiana Salomão.

“Caio e Betina”, escrito por Flávia Côrtes e ilustrado por Fabiana Salomão (Elo Editora): Caio é um menino pra lá de esperto, que corre e pula para todos os lados, até já sabe mexer no computador! Mas o Caio é muito apegado a Betina e não dorme sem estar junto dela. Mesmo com todo carinho da mãe, é da Betina que o Caio sente falta na hora de dormir. Recheado de descobertas para as crianças e os pais, “Caio e Betina” mostra que é possível que crianças pequenas enfrentem seus medos com criatividade, delicadeza e ‘coelhos’, por que não?


Escrito e ilustrado por Orlando Pedroso.

“Bu!”, escrito e ilustrado por Orlando Pedroso (Elo Editora): O bicho-papão é real? Será que ele realmente vive debaixo das camas? Em “Bu!”, o autor Orlando Pedroso explora algo que todos temos: medos. Afinal, até os mais corajosos já sentiram aquele frio na barriga. Mas mesmo nos amedrontando, os nossos medos precisam ser enfrentados, senão eles podem ficar ainda mais aterrorizantes. No livro, Pedroso espanta o medo com um texto leve e ilustrações divertidas, dando novo significado para a figura dos monstros criados pela imaginação.


Ilustrador por Rogério Soud.

“A sereia de Copacabana”, escrito por Silvia Castro e ilustrado por Rogério Soud (Editora Ogro): o livro, que já pode ser considerado uma lenda moderna, propõe uma reflexão sobre uma importante questão ambiental: o combate à poluição dos mares. De forma lúdica e criativa, a obra nos apresenta a história de uma Sereia que parte do Mar do Japão em busca de um novo lugar para ser feliz. Depois de nadar por muitos mares e vivenciar algumas peripécias, acaba por chegar a um belo lugar, a praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. No entanto, ela vai se surpreender ao ver a grande poluição no local.


Ilustrador por Jack Azulita.

“A quase grande guerra do pudim de Natal”, escrito por Júlio Emílio Braz e ilustrado por Jack Azulita (Editora Serena): na localidade de Fitzrovia, um príncipe mimado que nem imaginava o que era a gentileza, generosidade e respeito ao próximo, quase inicia uma guerra por causa de seus caprichos. Todavia, em um momento que se deparou sem proteção, perdido nas ruas da cidade, ele irá aprender uma lição sobre justiça e o verdadeiro sentido da grandiosidade. A obra ainda coloca os leitores para pensarem qual é o verdadeiro sentido do Natal.


Todos os livros já estão disponíveis para retirada pelos associados na biblioteca do Instituto de Leitura Quindim.


Como funciona para se tornar associado da Biblioteca? Ao se cadastrar presencialmente no Instituto, cada família ganha o direito de levar para casa até 15 livros por 15 dias. O cadastro tem uma colaboração anual de R$20,00 (dependendo da situação socioeconômica, a taxa é isenta).


O Instituto fica na Rua Sinimbu, 1670, 6º andar do Edifício Eberle, centro de Caxias do Sul (RS). Os dias e horário de atendimento são nas quintas-feiras, sextas-feiras e sábados, das 12h às 18h. Estão sendo seguidos os protocolos de prevenção contra a covid-19 para receber todos em segurança. A utilização de máscara facial e álcool em gel é obrigatória.



LEIA TAMBÉM






bottom of page