top of page

Livros premiados fazem parte do acervo do Instituto de Leitura Quindim


Os livros chegam para deixar a Biblioteca do Instituto Quindim ainda mais especial.

O Instituto de Leitura Quindim (ILQ) tem em seu acervo mais de seis mil obras, na sua maioria premiadas, o que o torna um espaço ímpar Brasil afora. Sempre procurando entregar o melhor aos seus leitores, o ILQ recebe vários livros nacionais que são reconhecidos com prêmios da crítica especializada e de entidades que apoiam a literatura. Nesta sexta-feira (28), vamos te apresentar quatro dessas obras que estão nas estantes literárias da biblioteca do Instituto esperando os leitores de todas as idades.


Os livros:


Obra de Júlia Medeiros e Elisa Carareto.

“A avó amarela”, de Júlia Medeiros e ilustrado por Elisa Carareto (Editora Ôzé): nesta obra premiadíssima, Júlia e Elisa trazem texto e arte que tem um gostinho de sobremesa, que faz a infância voltar à ponta da língua. A partir do olhar de uma neta, o livro fala sobre pratos preferidos, netos e despedidas que fazem a Avó Amarela ficar guardada em memórias afetivas e quentinhas. E para relembrar os momentos, é só abrir as páginas amarelas.


*Prêmios: Jabuti de Melhor Livro Infantil (2019), 30 Melhores Revista Crescer 2019, Prêmio FNLIJ 2019 - Autora revelação, Prêmio FNLIJ 2019 - Ilustradora revelação, Altamente Recomendável - Categoria Criança - FNLIJ 2019, White Ravens 2019, Catálogo de Bologna 2019.


Obra de Aline Bei.

“O peso do pássaro morto”, de Aline Bei (Editora Nós): às vezes sensível e às vezes rígida, Aline conta sobre a vida de uma mulher, dos seus 8 aos 52 anos. São vivências singelas, cotidianas e até trágicas que persistem uma geração após a outra. Um livro denso e leve, violento e poético. Este é o romance de estreia de Aline Bei, onde acompanhamos uma mulher que, com todas as forças, tenta não coincidir apenas com a dor de que é feita.


*Prêmio São Paulo de Literatura na categoria Melhor Romance de autor com menos de 40 anos (2017).


Obra de Jeferson Tenório.

“O Avesso da Pele”, de Jeferson Tenório (Cia das Letras): essa é a história do Pedro, que, após a morte de seu pai em uma triste abordagem policial, vai em busca da história de sua família, além de refazer os caminhos do pai. Tenório apresenta ao público uma narrativa sensível e dolorosa ao mesmo tempo. Ele leva à superfície um Brasil que é marcado pelo racismo, com um sistema de educação precário e um relato da relação entre pais e filhos.


*Vencedor do Prêmio Jabuti (2021) na categoria “Romance Literário”, indicado ao Prêmio São Paulo de Literatura na categoria “Melhor Romance”.


Obra de João Luiz Guimarães e Nelson Cruz.

“Sagatrissuinorana”, de João Luiz Guimarães e ilustrado por Nelson Cruz (Editora Ôzé): esta é uma homenagem a João Guimarães Rosa que reconta a fábula dos Três Porquinhos, mas tendo como pano de fundo o rompimento das barragens de Mariana e Brumadinho. O texto não se furta a registrar criticamente duas das maiores tragédias socioambientais do país e que tiveram as Minas Gerais como palco. O simbólico e o real medem suas forças neste livro tão potente, com um final aberto a inúmeras interpretações.


*Prêmios: Jabuti 2021 nas categorias Livro infantil e Livro do ano, 30 Melhores Revista Crescer 2021, Selo Distinção Cátedra Unesco de Leitura - PUC Rio 2020, Seleção Clube de Leitura ONU/ODS 2021, Altamente recomendável - FNLIJ 2021, Prêmio Melhor livro para criança - FNLIJ 2021, Melhor ilustração Hors Concours - FNLIJ 2021.


Todos os livros já estão disponíveis para retirada pelos associados na biblioteca do Instituto de Leitura Quindim.

Como funciona para se tornar associado da Biblioteca? Ao se cadastrar presencialmente no Instituto, cada família ganha o direito de levar para casa até 15 livros por 15 dias. O cadastro tem uma colaboração anual de R$20,00 (dependendo da situação socioeconômica, a taxa é isenta).

O Instituto fica na Rua Sinimbu, 1670, 6º andar do Edifício Eberle, centro de Caxias do Sul (RS). Os dias e horário de atendimento são nas quintas-feiras, sextas-feiras e sábados, das 12h às 18h. Estão sendo seguidos os protocolos de prevenção contra a covid-19 para receber todos em segurança. A utilização de máscara facial e álcool em gel é obrigatória.

LEIA TAMBÉM


Comments


bottom of page