Viradão da Leitura mobiliza mais de 2,5 mil leitores


Movimento também ganhou ampla repercussão na imprensa. Arte: Mariana Massarani

O Viradão da Leitura foi um verdadeiro sucesso! Conforme levantamento do Instituto Quindim nas redes sociais, mais de 2,5 mil leitores se engajaram na mobilização nacional contra a proposta de taxação dos livros. Além das lives inscritas na programação oficial, centenas de transmissões ao vivo surgiram de forma espontânea pelo Brasil inteiro, no período entre 00h01 e 23h59 da última sexta-feira (23/04), Dia Mundial do Livro e dos Direitos Autorais.


Para se ter uma ideia, ainda conforme o levantamento feito pelo Instituto Quindim, a #viradaodaleitura foi utilizada mais de 2,2 mil vezes somente no Instagram. Já a #naoataxacaodolivro foi citada pelo menos 3 mil vezes, na mesma rede social, em diferentes grafias. O movimento também ganhou ampla repercussão da imprensa, sendo mencionado em veículos de diferentes regiões do país.


Para a escritora Christina Dias, do Projeto Kombina, uma das idealizadoras do Viradão, o engajamento mostrou que a comunidade leitora precisa de união para mostrar que não está sozinha. “Estar entre livros e pessoas de todo o Brasil, que sabem da potência das histórias na transformação da vida, foi reconfortante nesse tempo estranho em que estamos. Fico grata a cada um e ao movimento que conseguimos fazer juntos. O melhor de tudo foi reconhecer quem está na mesma trincheira. Agora sabemos que temos armas para lutar”, refletiu.


O escritor Volnei Canônica, presidente do Instituto Quindim, também comemorou a repercussão do projeto: “estamos muito felizes e agradecidos a todas, todos e todes leitores e entidades que abriram um livro e leram em suas redes sociais ou participaram de lives de amigos. Apesar do ato da leitura muitas vezes acontecer de forma silencioda, os leitores não são invisíveis. Dar visibilidade aos leitores era nosso objetivo. Conseguimos!”.


23 de abril foi a data escolhida para o Viradão da Leitura por ser o Dia Mundial do Livro e dos Direitos Autorais. A identidade visual da mobilização e a frase “TODOS os brasileiros querem ler” foram criadas pela premiada ilustradora Mariana Massarani.


Leia também:

VIRADÃO DA LEITURA: Confira a programação completa das lives

ENTREVISTA: Sônia Travassos analisa legado de Monteiro Lobato para a literatura infantil