top of page

Zica Stockmans será a homenageada do III Seminário de Debates sobre o Dia Internacional das Mulheres


Atriz, produtora cultural, diretora, professora, mulher de negócios, estudante, mãe, feminista e antiracista. Essa é Zica Stockmans, referência no mundo cultural do Rio Grande do Sul, e que será a grande homenageada do projeto Entre a Espada e a Rosa - III Seminário de Debates sobre o Dia Internacional das Mulheres. Com a temática "Musas, deusas ou guerreiras? A trajetória das mulheres nas artes", a programação, que será de 8 a 11 de março, das 19h às 21h, irá focar em debates com mulheres que estão firmes e fortes nas artes (teatro, dança, música e literatura), promovendo projetos de fomento e apoio ao meio. Neste sentido, a homenageada em 2022 não poderia ser diferente, já que Zica tem um trabalho incrível para manter a arte viva e pulsante.


Aos 57 anos, Zica é formada em Licenciatura em Educação Artística pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), possui Especialização em Corpo e Cultura: ensino e criação, também pela UCS, e pós-graduação em Teatro e Educação pelo Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG). Em 1989, fundou a companhia teatral e escola de atores Tem Gente Teatrando, que segue como referência na cena cultural em solo gaúcho. Também participa do grupo Mães pela Diversidade do Rio Grande do Sul e é mestranda do programa de Pós-Graduação em Letras e Cultura pela UCS.


Na primeira edição do projeto Entre a Espada e a Rosa, em 2020, a homenageada foi a escritora e artista plástica Marina Colasanti. Já em 2021, na segunda edição, a deputada federal Benedita da Silva recebeu a honraria. Para conferir todos os bate-papos da edição de 2021, clique AQUI.

Nas quatro lives a serem transmitidas via Facebook e YouTube do Instituto Quindim, serão abordados as trajetórias incríveis de mulheres resistentes e temas como os desafios que o meio cultural tem encontrado para se reorganizar após a chegada da pandemia da covid-19 e os cortes financeiros que a cultura tem recebido por parte dos governos. A luta por desestruturar sociedades machistas e conservadoras que não veem a arte como de grande importância para a sociedade também será amplamente debatida.


Todos os encontros são gratuitos e os interessados em receber certificado devem preencher o FORMULÁRIO.


Confira a programação completa:


08/03 – Terça - Mulher no teatro - 19h


Homenageada Zica Stockmans (Caxias do Sul), Karen Acioly (Rio de Janeiro) – mediação: Aline Tanaã (Caxias do Sul)



09/03 – Quarta - Mulher na Literatura - 19h


Penélope Martins (São Paulo), Polliana Abreu (Caxias do Sul) – mediação: Raquel Menezes (Rio de Janeiro)



10/03 – Quinta - Mulher na música - 19h


Ariadna Moreira (Brasília), Liza K (Rio de Janeiro) – mediação: Cristiane Ferronato (Caxias do Sul)



11/03 – Sexta - Mulher na Dança - 19h


Gislaine Sacchet (Caxias do Sul), Taiane da Rosa - Fluência Casa Hip Hop (Caxias do Sul) - mediação: Carla Vanez (Caxias do Sul)



Conheça um pouco sobre as convidadas:


Biografias noite #1: Se juntando à Zica no 1º bate-papo, está Karen Acioly, autora, roteirista, dramaturga, diretora, curadora e teatróloga brasileira, com mais de 30 anos de carreira. A mediação será de Aline Tanaã, que, assim como a homenageada, é atriz e professora, além de palhaça e psicóloga em formação.


Biografias noite #2: Penélope Martins é escritora, narradora de histórias e articuladora em projetos de fomento da palavra escrita e falada. Polliana Abreu é compositora, poetisa e uma das criadores do Slam das Manas, em Caxias do Sul (RS). A mediação será de Raquel Menezes, editora e criadora da Oficina Raquel, editora de livros.


Biografias noite #3: Ariadna Moreira, cantora lírica, professora e integrante do grupo musical "Mundo na Mão", e Lisa K, compositora, cantora e instrumentista, são as convidadas da terceira noite de encontros virtuais que tratará sobre as mulheres e a música. A cantora e professora, pós-graduada em Capacitação Docente em Música Brasileira, Cristiane Ferronato, será a mediadora.


Biografias noite #4: Gislaine Sacchet é doutora em Artes Cênicas pela UFRGS e coordenadora do Núcleo de Dança da Faculdade da Serra Gaúcha (FSG), já Taiane da Rosa é dançarina e professora na Fluência Casa Hip Hop, de Caxias do Sul. Carla Vanez, que será a mediadora do encontro, é formada em dança pela UCS, sendo especialista em dança afro pela CIA Daniel Amaro.


Inscreva-se AQUI para receber o certificado de participação.


LEIA TAMBÉM





bottom of page